Os 9 países da Europa mais acessíveis para morar bem e barato

Muitas pessoas que pensam em se mudar para a Europa tendem a se interessar pelos países que se destacam por sua prosperidade econômica, como Irlanda, Alemanha e França. Porém, a Europa tem muito mais a oferecer do que esses lugares famosos. 

Isso porque, com mais de 40 países diferentes, o continente europeu apresenta uma variedade de alternativas para quem quer viver e trabalhar em um cenário novo. Algumas dessas opções podem ser surpreendentes, pois têm um custo de vida bem mais baixo do que os países mais desenvolvidos da Europa. Veja quais são os 9 países da Europa mais acessíveis para morar bem e barato. Saiba mais a seguir:

Países da Europa e os fatores para considerar na hora de escolher

Segundo a plataforma Numbeo, os países europeus mais baratos para se viver são Kosovo, Macedônia, Ucrânia, Moldávia, Bielorrússia, Romênia, Sérvia, Bósnia e Herzegovina, Albânia e Bulgária. Entretanto, é importante não se limitar apenas aos preços mais baixos, mas também levar em conta fatores, como:

  • Existência de comunidades de brasileiros nesses países;
  • Relatos de pessoas que conhecemos que moram lá;
  • Segurança;
  • Saúde;
  • Poder de compra.

Sobretudo porque não adianta pagar pouco se isso significar perder em outros aspectos importantes da vida. Assim como, vale lembrar que os preços estão em euros, já que muitos desses países têm suas próprias moedas.

Além disso, devido à crise econômica após a pandemia da Covid-19 e das mudanças no mercado de trabalho, alguns preços podem variar; por isso, é essencial analisar bem todas as variáveis antes de decidir mudar para um desses destinos.

Os 9 países da Europa mais acessíveis para morar:

Polônia

Polônia
Foto: Reprodução

A Polônia é conhecida por seu crescimento constante e inúmeras oportunidades de emprego, especialmente para falantes de inglês e alemão. Os setores econômicos variados, como finanças, turismo, indústria naval e petroquímica, oferecem oportunidades em cidades acessíveis como Poznán, Cracóvia, Gdansk e Varsóvia.

Além de serem culturalmente ricas e seguras, algumas dessas cidades são Patrimônios Culturais da UNESCO. O país também tem uma localização estratégica para viagens pelo Leste Europeu e voos econômicos. No entanto, desafios incluem a dificuldade da língua, invernos rigorosos e uma culinária única.

Hungria

Foto: blizniak/Pixabay

Budapeste, a capital da Hungria, é um destino acessível na União Europeia, com oportunidades em turismo, comércio e indústria. O custo de vida é baixo, com aluguéis acessíveis e um salário médio razoável. Apesar do desafio da língua húngara e do inverno rigoroso, a cidade oferece segurança, qualidade de vida e beleza, com cafeterias charmosas e uma atmosfera única.

Lituânia

Foto: Peggy_Marco / Pexels

A Lituânia, um dos países bálticos, é uma joia escondida no norte da Europa, oferecendo oportunidades em finanças, construção e serviços. Vilnius, sua capital, possui um dos maiores centros históricos em estilo barroco da Europa, reconhecido pela UNESCO.

Nesse sentido, o custo de vida é moderado, com aluguéis acessíveis e um salário médio. Apesar de salários mais baixos, a segurança, qualidade de vida e noites de verão longas compensam.

Eslováquia

Foto: Juraj Habal/ Wikimedia Commons

A Eslováquia é uma surpresa encantadora, com oportunidades em turismo, indústria e comércio, especialmente na produção de vinho. Bratislava, a capital, oferece aluguéis acessíveis e um salário médio razoável. Apesar do desafio do idioma eslovaco, o país oferece segurança, qualidade de vida e uma cultura amigável e curiosa.

República Tcheca

Praga, República Tcheca
Foto: Pexels.

A República Tcheca é conhecida por suas cidades históricas, diversão e cervejas de qualidade. Praga é o destino favorito de muitos devido às oportunidades na indústria do turismo, enquanto Brno oferece custos de vida mais baixos. O custo de vida varia, mas o país é seguro, possui sistemas de saúde eficazes e uma localização conveniente para viagens pela Europa.

Portugal

Foto: DaLiu / Getty Images Pro

Já Portugal é um destino preferido dos brasileiros devido ao idioma compartilhado, clima ameno e gastronomia saborosa. O país oferece oportunidades em tecnologia da informação, serviços e turismo, embora o aluguel possa ser alto em algumas áreas. Além disso, Portugal também é conhecida por sua comunidade de expatriados e qualidade de vida.

Croácia

Foto: Sorincolac / Getty Images

Enquanto isso, a Croácia é um país com clima mediterrâneo, belas praias e cidades históricas. O custo de vida é acessível, mas as línguas locais podem ser desafiadoras. Ademais, o país oferece paisagens deslumbrantes e excelente comida.

Estônia

Foto: SeanPavonePhoto / Getty Images

A Estônia é pioneira em tecnologia e oferece uma alta qualidade de vida com custos acessíveis. O inverno rigoroso e o idioma local podem ser desafios, mas o país é seguro, eficiente, com paisagens deslumbrantes.

Eslovênia

Foto: kasto / Canva Pro

Por fim, a Eslovênia se destaca pela sustentabilidade e beleza natural. Ljubljana, a capital, é vibrante e charmosa, com um custo de vida acessível e qualidade de vida elevada. Portanto, a língua não é um grande obstáculo, e o país é seguro e amigável.