Os 7 santuários de animais mais incríveis do mundo

Muitos animais estão ameaçados por conta da expansão humana sobre seus territórios e pela degradação de seus habitats naturais por nossas atividades. Por isso, a existência de espaços como os santuários naturais são tão importantes.

Nesses lugares, os animais são cuidados por especialistas e protegidos de invasores humanos — mas podem viver normalmente, seguindo os seus instintos, como na natureza. Vários desses santuários recebem visitantes, permitindo observar animais ameaçados de extinção à distância.

Existem muitos santuários de animais no mundo, em todos os continentes. Porém, a seguir, nós listamos sete entre os mais interessantes.

1. Base de Pesquisa de Pandas de Chengdu, China

Fonte: GettyImages

Os pandas são animais extremamente fofos e que se tornaram símbolos da China, país com a maior quantidade deles. É lá que fica este santuário — oficialmente, a Base de Pesquisas sobre Reprodução de Pandas Gigantes de Chengdu. Esse trabalho é importante porque, além de ser raro na natureza, o panda-gigante tem muitas dificuldades para acasalar e se multiplicar.

O santuário de Chengdu faz pesquisas para auxiliar na reprodução dos pandas, mas também oferece turismo educacional e informações importantes sobre a conservação da espécie.

2. Santuário de Coalas Lone Pine, Austrália

Fonte: GettyImagesFonte: GettyImages

Outro animal conhecido por sua “fofura” é o coala, embora isso se torne um problema para a preservação da espécie. Isso porque eles estão presentes em muitos zoológicos pelo mundo, onde os visitantes os incomodam, pedindo sua atenção ou querendo tirar fotos.

Na natureza, os coalas preferem um ambiente bem tranquilo e chegam a dormir por 22 horas no dia. É algo que eles podem fazer em Lone Pine — os visitantes só podem tirar fotos com os animais por meia hora, restando outras 23h30 para o descanso.

3. Santuário de Hipopótamos da Comunidade Wechiau, Gana

Fonte: GettyImagesFonte: GettyImages

Ainda que os hipopótamos estejam entre os animais mais mortais e ferozes da natureza, eles precisam de proteção. Por um lado, estima-se que eles matem 2.900 pessoas na África, todos os anos. Mas eles fazem isso porque se assustam com facilidade e reagem para se proteger.

Além disso, a espécie está ameaçada de extinção, por conta da caça e da destruição de seu habitat natural. Em Gana, há somente duas populações de hipopótamos e é numa delas que fica o Santuário da Comunidade Wechiau. Ele foi criado em 1999, por chefes locais e permite que turistas observem os animais à distância e aprendam sobre a preservação deles.

4. Parque Nacional Mefou, Camarões

Fonte: Trip Advisor/ReproduçãoFonte: Trip Advisor/Reprodução

Macacos, gorilas e outros primatas órfãos ou feridos moram sob a proteção deste parque, que fica a uma curta distância de Yaoundé, capital de Camarões. O parque é mantido com ajuda da Ape Action Africa, uma organização não-governamental que atua na proteção de primatas por todo o continente. Mefou é um dos locais onde você pode observá-los em seu habitat.

5. Parque Nacional Serengeti, Tanzânia

Fonte: Wikimedia CommonsFonte: Wikimedia Commons

Esse parque, no norte da Tanzânia, é uma das maiores e mais famosas reservas naturais do mundo. Além de milhares de leões e leopardos, Serengeti abriga elefantes, búfalos, hienas, rinocerontes, primatas e outros mamíferos. Entre as aves, há mais de 500 espécies, além de uma infinidade de crocodilos e outros répteis.

Um dos grandes destaques do parque — que atrai mais de 350 mil turistas para lá todo ano — é “A Grande Migração”. Mais de 1,5 milhão de gnus, 250 mil zebras e outros grandes grupos de animais se deslocam por cerca de 800 km para se reproduzirem.

6. Parque Nacional do Nordeste da Groenlândia

Fonte: GettyImagesFonte: GettyImages

Com 972 mil km2, esse é o maior parque nacional e a maior área de proteção ambiental em terra firme. Sua área é equivalente à do Egito e maior que a de 163 países.

Nesse espaço, dezenas de espécies podem viver naturalmente: ursos polares, morsas, lebres-do-ártico, raposas, corujas, diversas espécies de focas e baleias, além da maior população de bois-almiscarados do mundo.

7. Santuário de Preguiças da Costa Rica

Fonte: GettyImagesFonte: GettyImages

Para terminar nossa lista, um santuário totalmente dedicado a esses animais super lentos, com uma dinâmica única na natureza. No Santuário das Preguiças, elas podem viver livremente nas árvores e turistas até podem observá-las, mas sem tocar em nenhuma. Isso porque cientistas descobriram que os animais têm taquicardia quando são tocados por mãos estranhas.