LUA: como ela afeta a nossa saúde e humor?

A Lua Cheia chega neste sábado, dia 28, às 17h24. Você já deve ter ouvido por aí que a Lua mexe com nossos sentimentos e com o funcionamento do nosso corpo – principalmente quando está Cheia. A explicação da Astrologia é a seguinte: “se ela controla a maré, porque não controlaria nosso corpo, que é praticamente todo feito de água”.

Por mais que isso possa parecer curioso ou até mesmo engraçado para quem é mais cético, alguns estudos sugerem (leia bem, “sugerem”) que a Lua tem algum efeito na nossa saúde. E mesmo assim, apenas em alguns pequenos aspectos, como no parto.

Mas, então, por que tanta gente parece se sentir afetada durante a fase Cheia do nosso satélite natural? Continue a leitura e descubra. Como a Lua afeta a nossa saúde e humor?

Como a Lua Cheia afeta a nossa saúde e nosso humor?

Muita gente reclama, principalmente, das mudanças de humor que acontecem na Lua Cheia. Mas, sentimos informar, não existe (ainda!) nenhuma pesquisa científica que possa comprovar isso. E olha que procuraram, hein?

Em 1985 procuraram uma vez e não acharam nada. Em 2019, tentaram novamente e, mais uma vez, não conseguiram encontrar nenhuma ligação entre a saúde mental dos terráqueos com a fase do satélite natural.

Quando se fala em sono, a coisa fica um pouco diferente. Mas não é pela fase da Lua, e sim pela sua luminosidade.

A Lua Cheia, para nossos antepassados, era uma importante fonte de luz à noite. Tanto que um estudo de 2021, conforme publicado pelo site Terra, mostrou que na semana em que esta era a fase lunar, as pessoas costumavam ser mais ativas.

E quanto ao ciclo menstrual das mulheres?

Parte do folclore por trás da Lua Cheia também envolve o ciclo menstrual das mulheres. Diz-se que uma coisa afeta a outra, mas um estudo de 2021 não corroborou muito com esta suposição. Na verdade, as conclusões foram todas fracas ou, no mínimo, mistas.

Pesquisadores analisaram ciclos menstruais de 22 mulheres que anotaram os registros por até 32 anos. Eles perceberam que os ciclos se sincronizaram intermitentemente com a luz da lua ou a sua atração gravitacional. E a sincronia, de fato, era mais forte na Lua Cheia.

No entanto, não conseguiram comprovar que a Lua era, de fato, a fonte disso.

Então, o que acontece?

A explicação mais provável é de que as pessoas se deixem levar pelo mito da Lua e acabem acreditando nos supostos efeitos dela. Então, tudo pode ser apenas um efeito de sugestão.