edital com 52 vagas já possui banca definida

Candidatos que aguardam ansiosos pelo novo concurso do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo – IDAF já podem começar a se preparar. O certame definiu a banca organizadora da seleção na última quinta-feira, dia 10 de agosto. O anúncio foi realizado através do Diário Oficial do Estado, que consta a dispensa de licitação que define a empresa responsável pela organização do certame.

Conforme o documento, o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) será o encarregado de planejar, organizar e aplicar as provas de seleção do concurso. Veja o aviso de dispensa:

Concurso IDAF 2023: Banca definida

Com a definição da banca organizadora, o próximo passo será a assinatura do contrato entre ambas as partes, para que em seguida seja divulgado o edital, contendo a data de abertura das inscrições.

O novo concurso IDAF tem por objetivo preencher 52 vagas imediatas, além de formar cadastro de reserva em carreiras de nível técnico e superior. As oportunidades são para:

  • Fiscal Estadual Agropecuário (17) e
  • Técnico de Fiscalização e Desenvolvimento Agropecuário (35).

Os cargos devem ser preenchidos com profissionais nas áreas de:

  • Nível superior: Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Engenharia Cartográfica/Agrimensura, Geografia, Engenharia Química, Engenharia Civil e Engenharia de Alimentos.
  • Nível Médio: Agropecuária, Cartografia, Agrimensura, Geomática, Geoprocessamento e Laboratório.

A remuneração prevista para os cargos, conforme o governo do estado, varia entre R$ 6.911,73 para fiscal e R$ 3.505,95 para técnico, além de auxílio alimentação de R$ 600,00 para ambos os cargos.

Último concurso IDAF

Realizado em 2021, o último concurso do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo foi realizado para selecionar 15 vagas e formar cadastro de reserva nas carreiras de Fiscal Estadual Agropecuário.

Os candidatos concorreram a uma remuneração de R$ 5.416,56, mais auxílio alimentação no valor de R$ 300,00. Para participar da seleção era necessário possuir nível superior em medicina veterinária, além de registro no conselho de classe.

A organização do concurso foi realizada pela IDCAP e contou com Prova Objetiva e Prova Discursiva, aplicadas na cidade de Vitória/ES. Na primeira etapa, os candidatos realizaram uma prova contendo 50 questões de múltipla escolha, composta pelos seguintes conteúdos:

  • 10 de língua portuguesa;
  • 10 de legislação básica;
  • 10 de informática básica;
  • 20 de conhecimentos específicos.