CNN Brasil

O governo australiano está enviando mais militares e aeronaves para a região do Oriente Médio. Essa decisão é parte da “Operação Beech”, segundo o vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa do país, Richard Marles.

Marles disse nesta quarta-feira (25) à Nine News, afiliada da CNN na Austrália, que o governo enviou mais duas aeronaves militares para a região. Isso já totaliza três aeronaves enviadas.

“A implantação de aeronaves australianas e o apoio ao pessoal de defesa é uma medida de precaução para apoiar todas as opções de contingência do governo australiano. Tal fato ocorre devido ao risco da situação de segurança se deteriorar ainda mais”, disse Marles no X, nesta quarta-feira.

“Um número significativo de militares” acompanhará a aeronave militar. O objetivo é o de prestar apoio referente a sua entrega e um “pequeno destacamento de comando”, informou o Nine News.

Ele acrescentou que as forças australianas não estão lá por razões operacionais, mas como uma “contingência” para apoiar os australianos na região.

Ele também descreveu que a situação na região é “desafiadora e em rápida evolução”. Dessa forma, acrescentou, ainda, que os australianos que desejam partir são incentivados a escolher a primeira opção comercial disponível.