Agricultor revela truque para escolher a melancia mais doce do mercado

A escolha da fruta perfeita envolve atenção às principais características que a tornam suculenta e doce. Portanto, a melancia parece enganar algumas pessoas que só se atentam aos aspectos externos, e procuram cores vibrantes.

Sendo assim, é necessário conhecer os fatores que revelam se o alimento já amadureceu e concentra bastante frutose. Embora pareça difícil, as técnicas dos agricultores podem reduzir os seus prejuízos ao adquirir um fruto sem graça.

Chega de melancia aguada! Encontre a mais doce

Priorize melancias com manchas amareladas

As manchas esbranquiçadas sugerem uma colheita precoce, que compromete o aroma e textura da melancia. Desse modo, grandes marcas amarelas, que muitos pensam ser um defeito, na verdade, indicam concentração de açúcar natural.

Verifique se o caule ficou exposto ao sol por horas

Um caule verde mostra que a fruta não amadureceu completamente, então a exposição solar não foi suficiente. Por esse motivo, essa estrutura central deve apresentar uma coloração marrom, nos meses de novembro a fevereiro.

Observe se a casca é maleável ou firme demais

Aperte levemente a superfície e avalie se há um excesso de rigidez, que representa um aspecto negativo. Apesar da possibilidade do amadurecimento em alguns dias, não é válido arriscar, porque uma melancia doce sempre está macia.

Qual é o som emitido após algumas batidas?

Em relação ao tópico anterior, as batidas precisam surtir um eco, como se ela estivesse oca. Sendo assim, a ausência de um estalo serve de alerta! Isso também demonstra a importância de adquirir frutas inteiras e não em porções.

Quanto maior o peso, melhor será o sabor!

Sim! Não se atente ao tamanho, e sim ao peso relativo! Geralmente, as melancias doces pesam bastante. Afinal, a quantidade de água e frutose aumenta a suculência, independente das dimensões da esfera.

Outras dicas para escolher a melancia perfeita

Por fim, outra dica importante que é fundamental na hora de escolher a melancia, é verificar a procedência. Nesse caso, produtos locais têm uma qualidade superior e as frutas produzidas durante períodos mais quentes, resultam em melhor sabor.